Pin It

A Prefeitura de Marabá, por meio da Defesa Civil, realizou cadastramento de famílias residentes nas áreas de maior risco de inundação no município, ou seja, que habitam moradias abaixo da cota 82 em relação ao nível do mar, correspondente ao nível de 10 metros do Rio Tocantins, visando as atividades de praxe diante de uma cheia de maior proporção.

Segundo Jairo Peres Milhomem, coordenador de Defesa Civil, o levantamento realizado apenas no núcleo Marabá Pioneira, atinge um total de 744 famílias, onde se pode destacar que 35% desses habitantes, por enquanto, estão num cenário sem problemas.

Nesse panorama a Defesa Civil destaca a cota 81, correspondente ao nível do Rio em 9,50 metros, quando algumas áreas habitadas começam a ser inundadas, a exemplo do Porto das Canoinhas, Rua Magalhães Barata, Avenida Pará, Rua São Pedro e outras.

O coordenador de Defesa Civil observa que o momento é de tranquilidade, considerando que, apesar das constantes chuvas do período, o nível dos rios até baixou de ontem para hoje, amanhecendo nesta terça-feira em 6,82 metros, bem distante do nível de alerta.

Assim, o trabalho ora executado é tão somente uma estratégia para definir o quantitativo de famílias a ser atendido em caso de enchente mais volumosa, quando o nível das águas dos rios ultrapassar a cota 82 em relação ao nível do mar.

(Fonte: PMM)

Pin It